Ciclagem de nitrogênio na América Latina: Drivers, Impactos e Vulnerabilidades (Nnet).

Home / Onde Atuamos / Projetos em Andamento / Ciclagem de nitrogênio na América Latina: Drivers, Impactos e Vulnerabilidades (Nnet).

A falta de informações sobre o ciclo do nitrogênio na América Latina é um sério impedimento para a capacidade de avaliar e projetar como a atividade humana está alterando os estoques a dinâmica deo nitrogênio em escalas regionais e globais. As medições empíricas de deposições ou processos do N são escassas além da falta de informação sobre suas distribuições espaciais. Este projeto está desenvolvendo uma rede (Nnet) para examinar o impacto humano em ecossistemas naturais e modificados em uma ampla gama de climas. Medições diretas e modelagem regional estão contribuindo para uma maior compreensão de como o excesso ou a escassez de nitrogênio afetam os processos ecossistêmicos ea biodiversidade. O projeto reverá através de vários locais de estudo distribuídos ao longo de gradientes de precipitação regionais, e definido de acordo com atributos fisiográficos e sócio-econômicos, os seguintes fatores: Fixação Biológica de Nitrogênio (BNF, em inglês) natural e cultivo com BNF induzido, uso de fertilizantes, deposição atmosférica, exportações de N para as águas subterrâneas e resíduos de superfície (domésticos, agrícolas e industriais). Exportações líquidas de produtos agrícolas a nível regional e estimativas de emissões gasosas do uso da terra (volatilização de fertilizantes, emissões biogênicas de solo e queima). A informação local será ampliada pela modelagem de deposição atmosférica de nitrogênio a nível regional, química atmosférica e transporte. A modelagem regional se alimenta de modelos globais, melhorando a compreensão dos padrões globais de alterações no ciclo do nitrogênio.   O componente social examina os responsáveis pela alteração do uso da terra e da utilização de nitrogênio nos níveis local e regional, analisando os impulsionadores internacional e doméstico desses responsáveis (por exemplo, bioenergia, carne bovina, produção de soja).

Coordenador:  Austin, A. T
Integrantes: Mercedes Bustamante, Gabriela B. Nardoto, Luiz Antonio Martinelli, Jean Pierre Henry, Balbaud Ometto, Ascarrunz, N. L. e Jaramillo, Víctor.

iai